2 de dezembro de 2011

Eu te amo, do jeito mais bonito, da forma mais verdadeira possível. Tornou-se algo impossível de disfarçar-se, é aquele sorriso involuntário ao tocar no seu nome, cara de boba, encontrar em outras pessoas pedacinhos de você e achar isso incrível, é distrair-se com facilidade. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário